Qual é a melhor forma de aprender música, com ou sem teoria musical?

Qual é a melhor forma de aprender música? De ouvido, por meio de improviso, ou estudando teoria musical e aprendendo a ler partituras? Trouxemos nesse artigo quais são as diferenças entre os dois jeitos! Confira abaixo!

Muitas pessoas aprendem a tocar um instrumento quando estão na infância ou adolescência – em muitos casos influenciados por alguém próximo – e acabam aprendendo a tocar de ouvido, através de vídeos gravados na internet ou com revistas de tablaturas. Estudar música é um grande aprendizado e, apesar de algumas pessoas terem uma grande facilidade de desenvolver um ouvido musical e aprender a tocar sem estudar teoria musical, não é tão simples como parece.

Não é preciso teoria musical para saber tocar

Você não precisa saber teoria musical para ser um bom músico. Você pode tocar vários estilos musicais, do blues e rock ‘n’ roll à música sertaneja e samba, entre outras, apenas de ouvido. Músicos que aprendem a tocar de ouvido podem possuir uma enorme técnica e habilidade motora para tocar notas com precisão e rapidez, vinda, principalmente, por meio de repetições.

No entanto, a falta da parte teórica pode impedir um progresso maior principalmente no momento de estudar a composição mais a fundo. Seu desempenho pode ser limitado para tocar estrutura mais complexas, como o jazz e a MPB, por exemplo. A complexidade da harmonia, melodia e rítmica de composições nestes estilos requer um raciocínio maior e mais apurado.

Musicalidade afinada com a teoria musical

O ideal é que um músico saiba tanto de teoria musical quanto saiba tocar. Porém, chegar nesse equilíbrio requer muito estudo, teórico e prático, e envolve criatividade, senso melódico e rítmico, intuição e percepção musical, memória, entre outras habilidades. Um músico que estuda teoria musical tem um conhecimento maior sobre o que está acontecendo na música. Escalas, acordes, intervalos, progressões, velocidade e intensidade da execução fazem uma grande diferença para o domínio absoluto da música.

Um bom músico, com ou sem estudo teórico, acima de tudo, deve possuir feeling. Muitos músicos que aprenderam a tocar apenas de ouvido desenvolvem naturalmente o seu próprio feeling e jeito de tocar, o que, em muitos casos, um músico estudado não consegue. Isso porque o músico de ouvido não está preocupado com as questões teóricas que assolam quem estuda música.

A sua intuição deve ser tão presente quanto a sua percepção e conhecimento teórico. A musicalidade ideal vem da soma de todos os fatores.

Quer ler mais sobre música, teoria e ensino musical? Não deixe de acessar nossa página para mais artigos sobre a área e o mercado musical!

Astro WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *