Quais os benefícios do estudo da música para o desenvolvimento humano?

Quem nunca sentiu um arrepio de prazer ou de algum outro sentimento quando escutava uma música muito tocante? Neste artigo, vamos ver como o estudo da música influência nossa mente e emoções.

A música pode ser definida como muitas coisas. Além de uma paixão e uma forma de arte e expressão, ela é uma linguagem universal e um elemento muito forte no desenvolvimento mental, psicológico e emocional de quem a estuda. É comprovado por várias fontes científicas que o estudo da música traz influências e benefícios enormes que despertam comportamentos e emoções em virtude das ondas sonoras que são emitidas e recebidas por nossa mente.

Fator psicológico do estudo da música

O estudo da música está muito ligado ao funcionamento do nosso cérebro. É a partir dessa relação que podemos sentir emoções ao ouvir uma canção que marcou algum determinado momento das nossas vidas. Nosso cérebro tem a capacidade de memorizar sons, ritmos e melodias, compondo uma memória sonora muito presente na nossa vida. A percepção e a identificação de determinada música é, portanto, uma função cognitiva.

A música e a linguagem têm bastante pontos em comum, afinal, a música também é uma forma de expressão. Dessa forma, ela está transmitindo uma mensagem, de um emissor para um receptor.  Assim como na linguagem verbal, a música possui uma sequência de sons e harmonias que formam frases, configurando uma mensagem ou pensamento.  A memorização musical é diferente de pessoa para pessoa, assim, algumas têm mais facilidade no aspecto psicológico, enquanto outras estão mais ligadas a emoção. Vale dizer também que a nossa memória sonora está conectada com as memórias visual, olfativa, tátil e degustativa, o que pode fazer associações entre elas.

O estudo da música é importante em situações de recuperação de pacientes que tiveram lesões cerebrais. As lesões no cérebro podem fazer com que a pessoa tenha um déficit na capacidade de memorizar e acompanhar ritmos e melodias, esquecendo, até mesmo, as músicas que já conheciam. O estudo da música nesse momento é importante para ativar a função cognitiva do cérebro e o reconhecimento de sons e músicas. O fortalecimento da função cognitiva do cérebro por meio da música acaba ajudando a trazer outras memórias afetivas ao cérebro, restaurando o funcionamento do órgão nos pacientes.

Estudo da música e a influência nas emoções

A música também possui uma grande influência nas nossas reações emocionais, reagindo de maneiras diferentes de acordo com cada situação. Alguns estudos científicos já comprovaram que o sistema nervoso é afetado pela música que escutamos e para quem faz o estudo da música, as reações podem ser mais sensíveis. Melhora de humor, sono, motivação, combate contra ansiedade e contra o estresse.

Dessa forma, a música tem um potencial enorme de facilitar e promover a comunicação entre pessoas, o relacionamento harmonioso, o aprendizado de trabalho em equipe e de percepção de emoções, expressão emocional e organização, individual e coletiva. O estudo da música proporciona qualidade de vida e bem estar muito maiores.

Além disso, não podemos deixar de mencionar a influência da música nas emoções do coração. A combinação da memória afetiva com a sonora pode trazer sensações muito boas e amorosas ao nosso sistema nervoso, que reagem com aceleração de batimentos do coração ou aumento da transpiração e excitação. A música é uma ferramenta poderosa e que está a disposição para ser utilizada em favor do nosso melhor.

Gostou do artigo? Não deixe de acessar nossa página para mais conteúdos exclusivos!

Astro WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *